Sobre Quase Tudo

Apenas outro blog WordPress.com

Perguntar ou criticar? Na duvida pergunte.

Posted by marciomoya em 07/06/2009

“Você se importa com a minha opinião? Você realmente se importa com a minha opinião? Mas o quanto a minha opinião realmente é importante para você?” Acho que essas perguntas devem passar na cabeça de qualquer um quando faz um comentário, quando fala sobre algum assunto, quando é sincero em suas palavras e sempre tenta falar o que está pensando e logo em seguida, sem a menor consideração, sem nenhuma tentativa real e evidente já vão te criticando. Falando varias coisas sobre você, sem nem ao menos te conhecer. Mas por que tudo isso?


É engraçado pensar, mas parece que hoje em dia conversar se tornou um momento para afiar a língua e desferir todo o seu potencial em criticar. Parece que hoje em dia criticar é um sinal de que você sabe alguma coisa sobre o assunto e sobre a pessoa que você critica. Mas acompanhando da critica sempre vem um tentativa mesquinha, grosseira e consequentemente baixa de tentar ofender o inferiorizar alguém. Poucas são as criticas que tem um teor positivo, que guardam algum beneficio dentro de si, em sua grande maioria só trazem mais criticas.

Mas por que as pessoas atacam com criticas antes mesmo de compreender a colocação que foi feita? Perguntar dói? Entender dói? Pensar sobre dói? Não seria mais interessante saber o que se passa realmente por trás do comentário feito para depois colocar o que pensa? Onde está a comunicação? Além de tudo comunicação é fazer algo comum. Fazer o que comum? Uma informação ou um pensamento transmitido por alguém. Será que existe alguma comunicação onde existe critica? O que dizer do respeito?

Criticar pode ser vista de duas formas. A primeira e menos danosa a uma pessoa é quando a critica vem seguida de informações valiosas e colocações relevantes para se mudar o que está acontecendo, ou seja, uma critica construtiva. A outra forma, muito usado pela grande maioria das pessoas é quando criticamos com o intuito de machucar alguém, difamar a imagem de alguém, subjugar pessoa ou coisa que a critica é dirigida, ou seja, uma critica destrutiva. Qual das duas você considera melhor e mais proveitosa aos seus interesses diários? Quais são seus interesses diários? Respondendo a segunda pergunta saberemos que tipo de critica você prefere. Não concorda?

Você já se perguntou quantas vezes você critica alguém ou alguma coisa pelo simples costume de criticar? Nessas muitas ou poucas criticas que você infligi diariamente, quantas delas são construtivas e quantas são destrutivas? As criticas que você faz chegam à pessoa que deveria chegar ou você fica jogando essas criticas para outra pessoa? Suas criticas surtem algum efeito ou são simplesmente para se divertir? Mas antes de tudo isso, você sabe por que está fazendo isso? Você já perguntou alguma vez por que é assim e não de outro jeito? Já tentou entender? Você já perguntou?

É evidente a necessidade que o Ser Humano tem em desabafar, falar sobre os seus sentimentos e certamente isso é muito necessário para todos. O valor desse desabafo é inquestionável, por isso sempre que tiver uma oportunidade real deixe transparecer o que sente, não reprima nada, solte tudo. Mas até que ponto a sua critica é um desabafo inofensivo?

A critica é uma forma de comunicação. É uma tentativa de passar aquilo que você pensa sobre o assunto levantado. Mas mesmo sendo uma forma de se comunicar com outra pessoa a critica também é uma ação, uma ação que atinge diretamente uma pessoa e indiretamente as pessoas que estão a sua volta. É muito difícil determinar como essa critica será encarada pela pessoa que a recebe, muitas vezes mesmo sendo extremamente cuidadosos a critica pode ter algum efeito negativo. Por esse simples motivo a critica deve ser bem pensada, entender o porquê de estar fazendo aquilo e acima de qualquer coisa, deve ser feito com respeito e responsabilidade. Dificilmente agindo dessa forma a critica será mal vista.

Pode parecer estranho à forma com que eu vou colocar isso, mas às vezes é engraçado como algumas pessoas se sentem ofendidas e feridas gravemente após outra pessoa simplesmente expor seus pensamentos sobre um assunto, pelo simples fato de pronunciar outras palavras sendo que essas palavras não se dirigem especificamente a ninguém, mas mesmo assim alguém toma isso como uma ofensa e é preciso revidar de uma forma, geralmente mais forte. O que acontece? Uma pessoa tentam ferir a outra. E o que você acha que fazem? Criticam seus pensamentos. A pessoa simplesmente critica sem saber o que realmente se passa por trás daquelas palavras ou ações, mas ainda assim faz com um certo ar de orgulho e de dever cumprido.

A pessoa que criticou muitas vezes não sabe o porquê está criticando, nem mesmo o que está criticando. A pessoa que é criticada não sabe porque está sendo criticada. Em muitos casos isso já basta para começar uma grande discussão, ou melhor, uma grande briga, afinal discutir não é o que ocorre depois. As duas pessoas começam a se ofender, o assunto da briga é esquecida dando lugar a grande troca de elogios que da continuidade a essa briga. Mas eu pergunto, será que iria doer em alguém interromper o fato e perguntar “por que estamos brigando?” fazer isso é difícil?

Hoje em dia não saber algo é motivo para ser crucificado por todos, não saber sobre um assunto parecer ser um belo motivo para ser taxado com um burro completo. Talvez por isso ninguém mais pergunte muita coisa, simplesmente balança a cabeça quando alguém fala manso, ou revida quando alguém fala de uma forma áspera, simplesmente porque não sabe. Perguntar é sinal de humildade e sabedoria. Saber tudo não é sinônimo de nada, até mesmo porque ninguém sabe de tudo. Por isso perguntem sempre que puderem e evitem constrangimentos maiores.

Como diria um professor meu “Não existe pergunta tola, existe tolo que não pergunta” e eu acredito que ele está certo.

Alguma duvida?

Atenciosamente
Marcio Moya

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: